sábado, 14 de setembro de 2013

mensagem biblica Tema : Asas como de Águias.


Tema : Asas como de Águias.
Ísaias 40.31
Introduçao :
A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie. Chega a viver cerca de 70 anos
Seu golpe de vista, suas garras, sua capacidade de vôo, sua astúcia, sua prudência, sua vida num todo. Especíes de águias:
1 – Águia Dourada
2 – Águia Cinzenta – seu nome deriva-se do penhasco, a cauda é preta com a extremidade branca, seu corpo mede aproximadamente 85 cm de comprimento, incluindo o bico e a cauda. É encontrada no Brasil, Bolívia, Paraguai e Argentina.
3 – Águia Calçada – os seus pés mostram estabilidade quando se encontra assentada nos galhos das árvores.
4 – Águia Pescadora – vive da pesca.
5 -Águia do Dedo Curto – elas tem os dedos curtos que não tem estabilidade quando se assenta em algum galho de árvore.
6 – Águia Mosqueada – o seu corpo é todo mesclado de manchas.
7 – Águia Nipalenses – essa espécie de águia só se encontra no deserto e tem uma vida isolada, em lugares inabitados.
8 – Águia Imperial – é uma das águias mais bonitas e de presença agradável. Esta espécie possui uma capacidade de domínio sobre as demais de sua família
A águia e os imperios :
Anteriormente os países que consideravam-se fortes e invencíveis tinham como símbolo uma águia.
Os Estados Unidos da América, tomou a águia como seu símbolo em 1872. Semelhantemente os impérios: Russo, Prussiano, Austríaco, a França de Bonaparte e o império Romano. Na era de Jesus ostentava-se no cume do templo de Salomão uma grande águia, que era o símbolo de Roma.
O crente e águia :
Depois de meditar com bastante precisão, em Isaias 40:31 e II Samuel 1:23, concluimos que a águia e um simbolo do cristao vitorioso em Cristo. Segundo o doutor Russel Wallace (Grande ornitólogo), há no mundo 10.087 tipos de aves, e porque em meio a 10.087 tipos de aves, Isaías não usou outro pássaro qualquer. »
Bem, o crente é representado por uma águia, sabeis porque? Eis as razões:
I.                   As  águias  e o seu  destaque entre as demais aves.

a)      A águia é  da familia das aves grandes.
O crente é da família não de deuses minúsculos e sim do GRANDE DEUS, que fez o céu e a terra. (Sal. 95:3; Sal. 77:13; 1Cr. 16:25; Sal. 48:1)

b)      A águia e o seu companheirismo.
os estudiosos das aves dizem,que nenhuma outra ave é tão unida quanto as águias, elas são tão unidas que quando um caçador chega a capturar uma delas, as demais choram literalmente, a falta da águia capturada.A biblia diz algrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram.

c)       A águia e uma ave de rapina
A águia como ave de rapina, sai em busca de sua presa, de sua alimentação.(Jó 9:26).
Assim deve ser o crente águia, deve sair em busca de sua alimentação espiritual,comida espiritual, vá, e alimente-se.

II.               As  águias  e suas habilidades especiais

a)       Visao diferenciada
O golpe de vista da águia é humanamente falando incomparável. Oito vezes mais que a visao humana. É capaz de visualizar diretamente o resplendor do sol. A águia é dotada de um grande poder visual, tem olhos graúdos de natureza que o mesmo ocupa quase um terço do seu crânio, segundo a ornitologia o cristalino dos olhos das águias focaliza uma formiga a lO.OOOm de altitude e em linha reta, horizontal, pode detectar a 20 km de distância.
- Davi orou por sua visão espiritual (Sal. 119:18)
- Geazi teve visão espiritual após a fervorosa oração do profeta (II Reis 6:17)
- A visão espiritual é promessa para os nossos dias (J2.28)
- Jesus repreendeu a igreja de laodicéia por falta de visão (Ap. 3:18)

b)     Voo espetacular e rapidissímo.
As águias sao apelidadas de rainha dos ares, porque de todas as aves que decolam, ela é a que voa mais alto. A águia voa cada vez mais alto. Ela tem uma característica muito interessante. Quando ela faz seu segundo vôo ele é mais alto do que o primeiro. Quando ela faz o seu terceiro vôo, ele é mais alto do que o segundo, ela sempre se esforça para voar cada vez mais alto,
E chamada também de rainha dos ares por ser a única ave que enquanto voa, descansa. Isso é possível devido a sua estrutura óssea.
Todas as aves que existem neste mundo tem a estrutura óssea longitudinal (comprida), a águia não, toda a sua estrutura óssea é cilíndrica, o que lhe permite:
. Descansar enquanto voa;
. Enfrentar tempestades;
. Invadir turbulências.
A águia voa numa velocidade de 100 km/h e atinge a lO.OOOm de altitude (Pv. 30:18,19;Pv23:5).
Aprendo muito com essas lições citadas:
Voar mais alto – Isto fala-nos da altitude que os crentes deve andar, Colocensses 3.1-2.

c)       A águia é uma ave que ama a liberdade.
 Ela tem intimidade com as alturas.Não sabe viver em cativeiro. Não consegue viver em gaiolas. Se presa não come, e nem bebe, não sobrevive enjauladas em zoológicos. Ela morre mas não fica cativa, ela não aceita outra condição para sua vida se não a liberdade. Nós também fomos chamados para a liberdade. Para a liberdade foi que Deus nos libertou (Gl. 5:17).

III.            As águias  e sua sagacidade e destreza.

a)      Suas armas de ataque e defesa
A águia usa as suas garras como instrumento de defesa e ataque. As garras são tão importantes para elas como os braços são para os homens. Suas garras funcionam como trava, quando uma águia toma uma presa jamais ela escapa das suas garras.
A águia tira a serpente do buraco.
Quando a águia percebe a presença de cobras ou serpentes em alguma toca, coloca as pontas das asas na boca da mesma.
-A serpente irada morde as penas da águia solta o veneno mas não lhe atinge, porque são penas e não carne. Continua irritando a serpente até que ela saia da toca para dar o bote. Aí então é agarrada pelas garras da águia, levada as alturas e esmagada.
Aprendo muito com esta lição:
- O único povo da terra que resiste, enfrenta e vence a antiga serpente (o maligno, Apocalipse 12:9), chama-se crente águia. “Em breve o Deus da paz, esmagará a serpente (Satanás) debaixo dos vossos pés”

b)      Formacao do seu ninho e treinamento dos seus  filhotes.
Os caçadores menos favorecidos são os caçadores de águia, pois ela faz o seu ninho em locais de alta segurança, aonde os homens não podem chegar.
Segundo a Bíblia as águias fazem o seu ninho em rochedo alterneiros, em montanhas altíssimas, em locais de difícil acesso. (Jó 39:27, 28)
Uma vez achando o local ideal para o seu ninho a águia vai até uma região espinhosa e transporta através de suas garras até o cume do monte uma boa quantidade de espinhos pontiagudos, posteriormente vem em alta velocidade e da numa manada de carneiros, apanha um filhote distante da manada, mata-o e desfola cuidadosamente, (o bico de uma águia é tão afiado como uma faca de açougueiro) come a carne do cordeiro morto com companheiros e companheiras, o couro do cordeiro e levado para secar, uma vez seco, é transportado para o ninho, esta estende o couro do cordeiro sobre os espinhos pontiagudos, assenta-se ali e põe quatro ovos, dois propositadamente é dispensado rochedo abaixo, os outros dois são chocados, no período de 35 a 40 dias.
Ao nascer os filhotes, a águia fica na incumbência de alimentá-lo. Enquanto ela sai para buscar a presa os filhotes são vigiados pelo pai.
Quando os filhotes já estão revestidos de plumagem a águia mãe chega na ponta do ninho e convida os seus filhotes a subirem em suas costas, porém o medo da altura em que estão não permite que eles atentem ao chamado da velha águia, ela irada por ser desobedecida puxa o tapete e eles caem sobre os espinhos, aí piando de dor eles sobem nas costas da velha águia, e a rainha dos ares alça vôo, em direção aos céus, duas horas de vôo mais ou menos é hora de ensinar seus filhotes voarem.
Ela baixa uma das asas e os filhotes descem, batem as asas desesperadamente, mas ainda não sabem voar, quando estão perto de espatifarem-se, ela dá um vôo rasante e apara os seus filhotes em suas costas, este processo é reiniciado por várias vezes, até as aguiazinhas alçarem vôo.


IV.             As águias e o voo do renovo.

a)       A águia é a única ave que se renova (SI. 103:5).

Porém, para chegar a essa idade, aos 40 anos, ela precisa tomar uma séria e difícil decisão.
Nessa situação a águia só tem duas alternativas: deixar-se morrer... ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e lá recolher-se, em um ninho que esteja próximo a um paredão.Um lugar de onde, para retornar, ela necessite dar um vôo firme e pleno.Ao encontrar esse lugar, a águia começa a bater o bico contra a parede até conseguir arrancá-lo, enfrentando, corajosamente, a dor que essa atitude acarreta. Espera nascer um novo bico, com o qual irá arrancar as suas velhas unhas.Com as novas unhas ela passa a arrancar as velhas penas. E só após cinco meses, "renascida", sai para o famoso vôo de renovação, para viver, então, por mais 30 anos. Assim é todos os filhos de Deus, chega um momento de nossas vidas que passamos pelas lutas não para sermos derrotados mas para sermos fortalecidos e vivermos melhor. Veja a águia aos 40 anos, suas unhas estão compridas e flexíveis e já não conseguem mais agarrar as presas, das quais se alimenta.O bico, alongado e pontiagudo, se curva. Apontando contra o peito, estão as asas envelhecidas e pesadas, em função da grossura das penas, e, voar, aos 40 anos, já é bem difícil! Muitas vezes, em nossas vidas, temos que nos resguardar, por algum tempo, e começar um processo de renovação. Devemos nos desprender das (más) lembranças, (maus) costumes, e, outras situações que nos causam dissabores, para que continuemos a voar.Um vôo de vitória. Somente quando livres do peso do passado (pesado), poderemos aproveitar o resultado valioso que uma renovação sempre traz. Destrua, pois, o bico do ressentimento, arranque as unhas do medo, retire as penas das suas asas dos maus pensamentos e alce um lindo vôo para uma nova vida.Um vôo de vida nova e feliz.

Conclusao:

Você acabou de aprender o processo de renovação desse animal.E pôde descobrir que é necessário também aos filhos de Deus, para uma vida de vitória diante dos seus inimigos e presevação da espiritualidade até o grande chamado de Deus que é a nossa entrada na glória. Romanos 12.1-2.



Marilton Ramos
Missionario em África
Setembro de 2013.
Postar um comentário